Instrutemp_decibelímetro_calibrador acústico

Como calibrar um decibelímetro? Conheça o calibrador acústico

Além dos instrumentos de medição, existem os instrumentos de calibração, que servem para que os medidores efetuem o seu papel de forma correta, sem apresentar resultados muito diferentes do que contém a realidade. Dessa maneira, apresentaremos neste artigo o calibrador acústico, cujo principal objetivo é o de calibrar o decibelímetro.

Leia o artigo para entender sua importância e aprender a utilizá-lo.

Como calibrar o decibelímetro?

A calibração do decibelímetro deve ser realizada por meio do calibrador acústico. Ele gera uma pressão sonora, equilibrando as variações do microfone do decibelímetro. Assim, faz com que a precisão do instrumento retorne para as especificações de fábrica. Isso ocorre pois o microfone de eletreto e a eletrônica do decibelímetro sofrem variações com o tempo, o que torna imprescindível a utilização do calibrador acústico para a correção deste problema.

Para completar o processo de calibração do decibelímetro com utilização de um calibrador acústico, é necessário encaixar este último no decibelímetro. Posteriormente, deve-se selecionar o valor desejado e fazer o ajuste até que o instrumento tenha o mesmo valor do tom da calibração.

Por que calibrar?

A resposta é muito semelhante à calibração de qualquer outro instrumento ou elemento, seja um violão ou um pneu. Um violão descalibrado — desafinado — não gera uma sonoridade adequada para a reprodução das notas musicais e consequentemente das músicas.

Um pneu descalibrado não apresenta a segurança necessária para que um automóvel faça deslocamentos na avenida, gerando aumento do consumo de combustível e colocando a segurança de motorista e passageiros em risco. Pneus baixos exigem maior esforço do motor e pneus, por exemplo.

Dessa maneira, um decibelímetro deve ser calibrado para que os relatórios e dados gerados por ele sejam os mais próximos do ideal. Um decibelímetro descalibrado gera dados não confiáveis e a falta de leitura adequada da situação leva os gestores a não tomar as melhores decisões a respeito.

Com que frequência calibrar o decibelímetro?

Em geral, a calibração deve ser realizada antes ou depois do uso de decibelímetro, embora isso dependa das orientações do fabricante. De qualquer modo, ela é importante para garantir a qualidade dos resultados — a partir dela, a probabilidade de erros na análise é extremamente menor, como adiantamos anteriormente. Assim, a probabilidade de riscos à saúde dos trabalhadores é evitada.

Além da calibração com calibrador acústico, é necessário averiguar se o aparelho está em dia em relação às calibrações de fábrica e outras calibrações que devem ser realizadas de forma periódica em laboratórios. 

As verificações são de essencial importância para o bom funcionamento do decibelímetro e se estendem para outros instrumentos de medição existentes no ramo industrial.

Qual calibrador acústico escolher?

Há vários calibradores acústicos no mercado, apesar da grande maioria desempenhar papel semelhante. Dessa maneira, uma dica que damos é a de adquirir um calibrador acústico que seja compatível com o decibelímetro. Por exemplo, tente comprar produtos do mesmo fabricante para ambos.

Por outro lado, é importante ouvir a voz de especialistas no assunto, seja em contato direto com fabricantes, seja ouvindo revendedores autorizados dos produtos, que possuem informações suficientes para decidir qual a melhor alternativa para cada situação particular.

Sendo assim, o calibrador acústico é um instrumento extremamente importante para as medições de decibéis em determinados espaços. Engana-se quem pensa que apenas adquirir o decibelímetro é suficiente. Conforme vimos ao longo do texto, um decibelímetro descalibrado oferece informações não confiáveis, que levam à produção de dados de forma incorreta. Por isso, não deixe de adquirir o seu calibrador acústico.

Gostou do que leu? Então entre em contato conosco da Instrutemp! Temos diversos calibradores acústicos para você.

Fale Conosco no WhatsApp