detector-de-amonia-nh3-instrutemp

Detector de amônia: como usar e como escolher o seu modelo

detector-de-amonia-nh3-instrutempA amônia (NH3) é um gás tóxico e inflamável. Quando concentrado em grandes quantidades, ele pode ser muito perigoso para a saúde dos colaboradores, assim como para a integridade dos equipamentos industriais. Dessa maneira, o detector de amônia é indispensável para indústrias que lidam com esse tipo de gás.

Para que você entenda melhor sobre como usar e como escolher o modelo mais adequado de detector de amônia, fizemos este breve artigo. Continue lendo e saiba tudo sobre detector de amônia!

Como funciona o detector de amônia

Conforme adiantamos anteriormente, o principal benefício da amônia se dá pela segurança dos colaboradores presentes nos espaços da indústria ou empresa que contém a presença deste gás. Várias sãos as atividades que lidam com este tipo de gás tóxico.

Entre as principais atividades econômicas que exigem a utilização de um detector de amônia estão: fábricas de gelo, indústria de bebidas, indústria frigorífica, indústria de alimentos, indústrias de fertilizantes, indústrias de laticínios, indústrias químicas, salas de cortes, sala de miúdos, evisceração, túnel de congelamento, compressores de NH3, tanque de amônia, câmara de estocagem, entre outros.

Além de garantir a segurança dos colaboradores, o detector de amônia permite que a indústria ou empresa em questão adquira benefícios econômicos, por permitir a redução de vazamentos e dos custos envolvidos, assim como dos custos para reposição do gás, produtos danificados em estoque e maior consumo de energia, e muitos outros exemplos.

Como usar e quais são os cuidados que você deve ter com o detector de amônia

Esta dica funciona melhor depois que você analisa qual é o melhor modelo a utilizar na sua empresa. Contudo, um dos modelos mais utilizados, o detector de amônia GasAlertExtreme NH3, que utiliza tecnologia eletrônica para realizar a detecção do gás tóxico amônia pode ser utilizado para efeito comparativo. 

Além disso, conta com display para indicar o local de detecção. O modelo citado de detector de amônia é a prova de explosão, podendo operar entre temperaturas de -40 a 50º C. Dessa maneira, pode ser aplicado tanto em câmaras frias, frigoríficos, ou em indústrias que concentram alta temperatura. O princípio de funcionamento deste equipamento é eletroquímico.

Para outras informações específicas, é necessário ter acesso e ler o manual de instruções do equipamento e seguir a NR 36, que aprofundaremos em seguida.

A importância da NR 36 para instalação do detector de amônia

É importante seguir as recomendações técnicas para instalar o detector de amônia da melhor maneira possível. Para tal, é importante levar em consideração as determinações da Norma Regulamentadora 36. Nesta norma, elaborada por especialistas em indústrias, estão listadas todas as recomendações necessárias para fazer a instalação correta do detector de amônia.

Além disso, você pode encontrar informações sobre os locais mais adequados para colocar o equipamento, quais são os níveis de amônia tolerado dentro de cada ambiente, etc. Vale destacar que, além de segurança e economia, seguir as recomendações da NR 36 são obrigatórias. Caso a sua empresa não siga, você corre riscos durante as inspeções realizadas por diferentes órgãos competentes.

Portanto, o detector de amônia é um instrumento fundamental para aumentar o desempenho e segurança dentro de ambientes industriais. Além de obter o equipamento, é necessário saber como usar e como escolher o modelo mais adequado para a sua empresa. Siga as dicas listadas ao longo do artigo para adquirir um bom produto!

Gostou do que leu sobre detector de amônia? Então entre em contato conosco da Instrutemp e conheça os nossos equipamentos! 

Fale Conosco no WhatsApp