Dinamômetro: para que serve e como funciona

Se o seu objetivo é medir forças, o dinamômetro é o aparelho ideal. Com ele, fica fácil encontrar, principalmente, qual é a força-peso e as rotações por minuto de um motor.

Dessa forma, esse aparelho é capaz de calcular a força com que a Terra atrai um determinado objeto, ou seja, o seu peso.

Para saber se o dinamômetro é o aparelho que você estava procurando, continue a leitura e descubra tudo sobre ele.

O que é dinamômetro?

Grande parte desses equipamentos possui uma mola que se alonga conforme uma força é aplicada. Com isso, o dinamômetro consegue mensurar o comportamento da tensão por deformação ou carga alargada de uma extensão de ligas metálicas, de uma mola ou do deslocamento do ar. 

O resultado disso é a determinação do coeficiente de fricção entre determinados materiais.

Um dinamômetro comum possui a seguinte composição:

  • Estrutura;
  • Mola;
  • Gancho em uma das extremidades da mola;
  • Graduação.

Existem três tipos de dinamômetros, com as seguintes aplicações:

  • Dinamômetro de Bekk: determina a resistência dinâmica do papel;
  • Dinamômetro de mola: mede o peso de um corpo;
  • Dinamômetro hidráulico: medir passos.

Como funciona o dinamômetro

Na parte interna, existe um cilindro e, em seu interior, há uma haste que possui uma escala graduada. O gancho presente em uma de suas pontas é onde o objeto que será medido fica pendurado.

Assim, depois de pendurá-lo, a haste se move, fazendo com que o valor indicado seja a força realizada pelo objeto em questão.

No entanto, quando esse se encontra imerso em água, sua força resultante acaba sendo menor. Isso não quer dizer que o material apresente um peso menor, mas sim, que sua força está sendo compensada por outra.

Um aparelho amplamente utilizado pelos mecânicos

O dinamômetro é um aparelho fundamental para o correto desenvolvimento e ajuste de automóveis. Isso acontece porque não é possível realizar testes desse tipo em um ambiente aberto sem pôr a segurança do operador em risco.

Assim, é possível obter alguns parâmetros, como torque e potência. Antes de mais nada, é realizado um sincronismo da rotação do veículo com o rolo do dinamômetro. Depois, todos os resultados referentes ao torque e à potência são repassadas para um programa de computador em forma de gráficos.

Para fazer uso desse método, é importante contar com uma sala especialmente projetada para isso. O ambiente precisa contar com um ventilador potente ou um ar condicionado que seja capaz de realizar a simulação de um carro em movimento. Além disso, também é fundamental a presença de um exaustor para retirar os gases tóxicos que são liberados pelo escape. 

Essas medições podem ser feitas em qualquer tipo de automóvel. 

Ao serem incorporados sensores adicionais, também é viável a medição de outros fatores, como a temperatura ambiente e do motor. Assim, fica muito mais fácil determinar o estado do veículo em questão.

Dinamômetro é com a Instrutemp!

A Instrutemp possui dinamômetros à sua disposição, adequados às mais diversas necessidades. Fale agora mesmo com a nossa equipe e receba ajuda para escolher o modelo mais eficiente para você. Clique aqui e fale conosco ou conheça a nossa linha.

Tags:
Fale Conosco no WhatsApp